A pressão atmosférica, ou pressão barométrica, é a força que a atmosfera exerce sobre a superfície. Embora seja um fenômeno natural, decorrente simplesmente da existência do ar na atmosfera, ela sofre alterações locais.

 

A pressão varia inversamente com a altitude, ou seja, quanto maior a altitude, menor a pressão. Estas alterações são causadas por diversos outros fatores do clima, como a radiação solar e o consequente aquecimento ou resfriamento das grandes massas de ar.

 

Entretanto, a pressão atmosférica não depende apenas da altitude. Ela varia muito durante o ano, principalmente por conta da  umidade do ar, que por sua vez é influenciada pela forma como a pressão do ar influencia a circulação dos ventos.

 

Enfim, todas as variáveis climáticas se inter-relacionam, para formar o clima que sentimos e, agora, podemos medir :)

 

Mas em que a pressão influencia?

 

Quando a pressão está acima daquela que seria decorrente apenas da altitude, dizemos que temos uma situação de alta pressão. Nós não sentimos essa variação, mas a circulação atmosférica é altamente afetada, causando um aporte do ar seco das camadas superiores, expulsando a umidade local gerada pela evaporação e transpiração dos seres vivos. Assim, com a fuga da umidade, o céu torna-se claro, com poucas nuvens, e o clima mais seco.

 

É um quadro típico de inverno nas regiões tropicais como a nossa, quando o ar se torna seco e frio. No verão, quando se estabelecem zonas de alta pressão, o ar geralmente não se resfria devido à excessiva radiação solar, mas propiciam dias quentes e secos, com pouco cobertura de nuvens. Em torno de um centro de alta pressão, o ar circula no sentido anti-horário (no hemisfério sul; no norte, é exatamente o contrário).

 

Baixa pressão

 

A baixa pressão, ao contrário, contribui para o fluxo de ar ascendente, levando a umidade da superfície para as camadas mais altas da atmosfera, onde eventualmente se condensam na forma de chuvas convectivas, ou seja, formadas pelas correntes ascendentes.

As tempestades localizadas, geralmente, ocorrem quando pequenos centros de baixa pressão se formam em um cenário de pressão mais alta, formando nuvens localizadas. Em torno de um centro de baixa pressão, os ventos circulam na direção horária no hemisfério sul (e ao contrário no norte).

 

Como prever?

 

É possível prever a chegada de uma frente fria ou de períodos chuvosos quando se observa uma redução gradativa na pressão atmosférica. De forma análoga, pode-se prever com alguma correção a suspensão de um período chuvoso quando a pressão apresenta tendência de alta.

 

Observando os dados de uma estação meteorológica da H20, pode-se determinar a tendência do tempo na região, pela observação do comportamento da pressão atmosférica.


A H20 oferece a Estação Meteorológica Inteligente, que permite definir monitorar a pressão atmosférica da plantação mesmo a distância e definir alertas baseados nela para que você, quer seja o dono da propriedade, agrônomo ou técnico de irrigação possa ser alertado direto no celular. Conheça mais sobre nossa estação aqui ou entre em contato com o autor deste artigo no nosso chat ou pelo formulário abaixo: